O intuito maior nesta grande ação, foi notificar as famílias sobre os riscos com o possível desabamento da chaminé, e orientando que, caso houvesse qualquer alteração na área, imediatamente entrasse em contato com a Defesa Civil de Tupanciretã.

A terça-feira, dia 9, foi de intensa atividade da Defesa Civil Municipal, em uma força tarefa que contou com apoio da III Coordenadoria Regional de Proteção e Defesa Civil, Corpo de Bombeiros de Cruz Alta, Brigada Militar e Força Tática do 16’ BPM de Cruz Alta. e o Departamento de Engenharia do Município, buscando ações conjuntas de mitigação na área de risco em torno da chaminé do frigorífico.
Na reunião ocorrida antes da força tarefa, houve explanação da situação aos órgãos presentes, e contou com a participação por meio de videochamada, de Jacson Luís Bez, Chefe da Divisão de Administração e Controle do Departamento de Patrimônio do Estado - Subsecretaria de Patrimônio, relatando que o Estado está dando uma atenção especial ao caso, pois também há interesse que a área do Frigorífico seja regularizada. Ainda, Jacson, informou que o Estado está em fase de contratação de profissional habilitado para um laudo técnico e especifico sobre a condição da estrutura da torre, com esse laudo será possível fazer algo mais efetivo sobre a situação.
Após a reunião, toda equipe da força tarefa se deslocou até a área afetada, enquanto parte da equipe colocava as placas de identificação de área de risco, de interdição e risco de desmoronamento, a outra parte realizava as visitações nas casas que ficavam em um raio de 105 metros da torre da chaminé.

O intuito maior nesta grande ação, foi notificar as famílias sobre os riscos com o possível desabamento da chaminé, e orientando que, caso houvesse qualquer alteração na área, imediatamente entrasse em contato com a Defesa Civil de Tupanciretã. Mais de 25 famílias foram identificadas como moradoras da área de risco.

A área do Frigorífico abrange uma série de outros processos junto ao Governo do Estado, neste sentido, buscando unificar e alinhar diretamente com o Estado uma forma de agilizar o processo, que o Prefeito Gustavo Terra, terá agenda final de fevereiro em Porto Alegre para tratar disso, e outras pautas do Município.

Data de publicação: 10/02/2021

Compartilhe!