A partir do dia 20 de março de 2020, o Município de Tupanciretã entrou em Situação de Calamidade Pública, através do Decreto nº 5804, e instaurou medidas para o enfrentamento, prevenção e mitigação da emergência de saúde pública decorrente do covid-19.

Desde então, o Município vem trabalhando intensamente em medidas preventivas e ações sociais visando o atendimento de pessoas em vulnerabilidade social, e que tiveram sua situação agravada pela pandemia.

Em 6 de abril, através do Decreto nº 5815, o Município reitera o Estado de Calamidade Pública e recepciona o Decreto Estadual nº 55.154, este documento traz medidas restritivas de convívio social e as formas estabelecidas para a prática do comércio.

Em 16 de abril, após o pronunciamento do Governador, sobre as alterações dispostas no Decreto Estadual nº 55.184, de 15 de abril, em que as medidas de restrição serão mais intensa na região metropolitana de Porto Alegre, bem como a região de Caxias do Sul, onde o número de casos é maior, Leite, informou que os Prefeitos das outras regiões poderiam agir conforme a realidade local, sempre prezando pelas medidas preventivas e de higienização. Baseado nesse decreto, o Executivo Municipal de Tupanciretã divulgou o Decreto Municipal nº 5818, de 16 de abril, com algumas poucas alterações com relação ao Decreto Municipal nº5815, considerando neste a liberação com restrições para o atendimento de personal trainer e dos camelôs.

No dia 1º de Maio foi publicado o Decreto Municipal nº 5824 que prorroga por mais 15 dias o Decreto nº 5818, sobre as medidas e enfrentamento ao Coronavírus.

Através do Decreto Municipal nº 5831, de 15 de maio, o Executivo Municipal adere ao Modelo de Distanciamento Controlado criado pelo Estado, um plano detalhado com cruzamento de dados (Saúde e Economia) que resultou em modelos de distanciamentos conforme o grau de risco. Foi criado um sistema de bandeiras (Amarela, Laranja, Vermelha e Preta) que identifica os níveis de risco, os protocolos distintos e critérios específicos a serem respeitados conforme a realidade de cada região. 

Dois primeiros casos de COVID 19 em Tupanciretã

O Executivo Municipal divulgou na tarde de 20 de maio, o Boletim Epidemiológico com os dois primeiros casos confirmados da doença, duas pessoas contraíram a doença em outro Município com casos de Covid-19. Ambos são da mesma família, agiram de forma prudente pois se mantiveram em isolamento desde que retornaram a Tupanciretã.

Terceiro caso de COVID 19
Terceiro caso foi confirmado pela Secretaria Municipal de Saúde do Município, sábado, dia 23 de maio, um homem contraiu a doença após se deslocar por motivo de procedimento hospitalar para outro município que possui casos confirmados.


******

O Estado do RS disponibiliza um comitê de Dados da Covid-19, com projeções de cenário e indicadores sobre a pandemia:





O que é coronavírus? (COVID-19)

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).

Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Se apresento sintomas, o que fazer?

A orientação do Ministério da Saúde é: em caso de suspeita, fique em casa por 14 dias e só procure o Posto de Saúde se o problema se agravar. A Organização Mundial da Saúde também indica isolamento domiciliar por 14 dias dos demais moradores da residência.

Durante esse período, é preciso ficar atento à evolução do quadro, pois sintomas leves, como tosse e coriza prolongadas por vários dias, não são preocupantes. Mas, se houver febre alta persistente e se a tosse vier acompanhada de desconforto respiratório, procure atendimento médico imediato.

Como estou? O que fazer?


Moro em Tupanciretã, como devo proceder?

Para sintomas leves como febre baixa, coriza, tosse e dor de garganta procure o ESF 4 - Tio Riva, ou lique para 3272.1307. Finais de Semana vá até o HCBT ou ligue 3272.1330.

Mas, no geral, é para ficar em casa. O governo quer priorizar o atendimento em postos de saúde para quem tem sintomas mais graves, como dificuldade para respirar. A medida é para evitar que se aumente ainda mais o número de infectados no hospitai, repletos de vírus e bactérias. Isso também funciona para não superlotar os ambulatórios e leitos, que devem ser reservados para quem já está com falta de ar.


O que você precisa saber e fazer.

A infecção por coronavírus (Covid-19) é uma doença de baixa letalidade. Dados da OMS mostram que 80% dos casos são leves. A maior preocupação é quando a doença atinge idosos ou pessoas com doenças crônicas.
Informação e lavar as mãos com sabão são as melhores prevenções!
Mais detalhes você encontra aqui.


Estabelecimentos comerciais, baixem o Guia de Boas Práticas para Prevenção do Coronavírus.
https://www.tupancireta.rs.gov.br/uploads/midia/30796/Boas_Prticas_preveno_Covid_19.pdf


Confira o panorama do Coronavírus a nível:

- Brasil organizado pelo Ministério da Saúde.
 

- Rio Grande do Sul - Secretaria Estadual da Saúde


Compartilhe!